04 agosto 2010

Ilumine Bem Seu Negócio de Beleza

Ir a um Instituto de Beleza, especialmente para o público feminino, vai além da necessidade de cuidar de mãos, pés, cabelo...Tem um fundo psicológico importante. É o ser cuidada, separar algumas horas durante a semana tão corrida, para ser mimada, relaxar, cuidar do próprio bem estar. O empresário do ramo de beleza e estética que compreende essa necessidade investirá no conforto de sua clientela recebendo em troca um bem importantíssimo na acirrada concorrência dos dias atuais: a fidelização do cliente. Um meio muito eficaz de fazê-lo sentir-se acolhido é o emprego da cor, assunto que venho comentando em postagens anteriores. Tão importante quanto a cor temos a iluminação. Cliente reclamando com frequência  da cor da coloração ou da cor do esmalte ou da maquiagem que a deixou estranha pode ser indicativo de que a iluminação 
do local está ineficiente.


Uma boa iluminação não tem a ver com quantidade de lâmpadas ou luminárias dispostas  aleatoriamente. Um planejamento correto irá prever lâmpadas específicas, com excelente  IRC (índice de reprodução de cor) e luminárias que irão atender às necessidades de cada área específica de trabalho além da iluminação geral do espaço.
A recepção é a primeira visão captada pelo cliente e formará sua impressão sobre o negócio. Uma iluminação direcionada para uma parede trabalhada com texturas, ou um quadro ou mesmo o logotipo da empresa, já fará um diferencial. Veja na ilustração: o balcão de atendimento da recepção tem iluminação interna destacando o desenho, o logotipo de empresa (na parede esverdeda curva) é iluminado internamente e ainda há dois fachos de luz (amarelos )destacando as meias paredes do mezanino com decoração especial. Isso independente da iluminação geral no teto e forro rebaixado. Tudo para criar um ambiente aconchegante e convidativo. Áreas de trabalho de cabeleireiros, principalmente coloração e maquiagem, devem ser iluminadas com lâmpadas quentes e frias (lâmpadas PAR e fluorescentes com alto IRC (acima de 85 - este índice vem indicado nas embalagens das lâmpadas)  são bons exemplos. Acima   dos espelhos arandelas ou luminárias com vidro fosco são bem vindas para evitar o ofuscamento, prejudicial tanto para o cliente como para o profissional.  Na área de manicure uma iluminação geral clara, com lâmpadas com alto IRC, torna-se indispensável para a realização de um bom trabalho sem a necessidade de esforço visual intenso.

 Nos lavatórios a luz deve ser indireta. Nada de cliente com facho de luz direto em seus olhos. É desagradável.  As salas de estética, por terem múltipla função, necessitam de iluminação geral clara e precisa mas também de um circuito que traga aconchego e relaxamento o que pode ser obtido com lâmpadas de cor  dimerizadas  e efeitos especiais em rebaixos de gesso no  teto e efeitos nas paredes. Um pequeno tratamento paisagístico, sob a forma de um vaso de plantas bem cuidado e  iluminado ou mesmo um pequeno jardim, dependendo do espaço , dá um ar especial ao ambiente, humanizando-o. A vitrine precisa estar sempre muito bem cuidada assim como vidros e, principalmente a fachada da loja, com luz que a destaque e valorize. 

Garanta a qualidade e bom desenvolvimento do trabalho dos profissionais de sua empresa de beleza e estética e invista no conforto e bem estar de sua clientela. Você estará agregando valor ao seu negócio e o retorno será garantido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como é bom ver vc aqui. Caso queira fazer um comentário ou tenha alguma dúvida sobre a postagem fique a vontade. Obrigada pela sua participação.