16 dezembro 2012

Quem casa quer.... um buquê que combine com o vestido e a cerimônia.

O buquê é um complemento indispensável ao vestido de noiva e precisa estar de acordo com a produção. A regra básica para buquês é a seguinte: quanto mais tarde for a cerimônia, mais escuras podem ser as flores que irão compor o buquê. Exceção no caso de flores brancas pois são um clássico, favorecem todas as mulheres e com os diferentes horários de cerimônias.
Formatos de buquês:
Em cascata- ideal para noivas mais altas ou mais cheiinhas, pois alonga. Deve ser evitado pelas noivas muito baixas.



 Redondos - em geral um buquê muito utilizado, devendo ser evitado pelas noivas muito acima do peso, devendo dar preferencia a um modelo que alongue sua silueta.







Em braçada - são os modelos com poucas flores nobres ou com ramos mais compridos. Servem bem a todos os tipos físicos, devendo-se respeitar as proporções.




























Buquês em formatos diversos - para fugir um pouco dos modelos mais tradicionais sem exageros esses modelos favorecem noivas de variadas estaturas e tipo físico.




Outra boa opção é o buquê de uma só flor para noivas marcantes.



O acabamento do buquê deve ser impecável, empregando-se diferentes tipos de tons, tecidos, materiais sempre de acordo com horário e tipo de cerimônia: mais rústicos, suntuosos ou mais delicados. As flores que vão compor o buquê ficam melhores quando usadas na época de sua floração, para não correrem o risco de ficarem murchas ou muito pequenas devido ao excesso de calor ou frio, por exemplo. Rosas e orquídeas são flores curingas que podem ser encontradas lindas e viçosas, em diferentes cores e tamanhos durante o ano todo. Outra dica é observar o modo natural e delicado de se carregar cada tipo de buquê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como é bom ver vc aqui. Caso queira fazer um comentário ou tenha alguma dúvida sobre a postagem fique a vontade. Obrigada pela sua participação.