28 agosto 2014

Cortinas ..... voltando ao assunto.

Olá pessoal atendendo a pedidos vou falar sobre cortinas para paredes fora do padrão.
Em matéria de cortinas não sou radical com regras tipo nunca use cortinas curtas ou determinados modelos. O bom senso e as características  do espaço e da decoração irão ditar as regras. Até porque não acredito em modismos para cortinas. Há sim tipos de tecidos e suportes que complementam melhor  portas ou janelas.
Existem alguns casos um pouco mais  difíceis de determinar o modelo ideal pelo formato. Assim vejamos:
Janelas de canto:
Uma solução bacana para uma janela e uma porta em paredes diferentes  mas que se juntam no canto. Reparem que elas foram integradas com a colocação de duas bandas de cortina em cada lado final da cortina, trazendo unidade a janela e a porta. Observem também a distância do varão da cortina em relação ao teto.


Aqui a porta é centralizada mas houve uma sobra pequena de parede no lado esquerdo (ideal seria sobrar pelo menos uns 60 cm)  mas como há uma estante na lateral direita, deu equilibrio visual ao ambiente e ficou bacana.. Se a porta ficasse deslocada para o canto direito o ideal seria alongar a largura da  cortina até o final da parede



 Cortinas para duas portas  na mesma parede. O comprimento longo e a altura a partir do teto deram unidade ao visual . Reparem que são duas cortinas independentes.


A cortina curta na janela de canto ficou bem situada por causa do detalhe da cabeceira alongada e o espaço lateral foi suficiente para a colocação de adorno (em torno de 60 cm após a janela).



Duas  cortinas em porta e/ou janela na mesma parede: neste caso, a cortina atrás das poltronas brancas poderia até ser curta (caso fosse uma janela no lugar da porta), como está nivelada por cima pelo cortineiro e os modelos são iguais, não pesaria no ambiente. Por isso devemos prestar muita atenção ao mobiliário que compõe a decoração.


 Outro caso que demanda cuidado: janelas muito próximas. A questão aqui foi bem resolvida com a adição das persianas  usando as cortinas  como moldura nas  laterais.



Cortina canto com ar condicionado ao lado: aqui já temos delimitado o espaço por causa do cortineiro, mas caso não houvesse o rebaixo de gesso e o cortineiro, a medida seria a mesma: do canto até próximo ao ar para largura e a altura  uns 30 cm acima da porta ou janela até o chão. OU mesmo nivelar o suporte da cortina com a altura do ar condicionado. (se não houvesse a moldura de teto no espaço).
Importante: o blackout segue a mesma altura da cortina, podendo Ter menos volume (largura).
Cortinas com uma banda são perfeitas para locais onde haja um móvel alto na lateral :  um guarda roupa, por exemplo, ou quando o ar condicionado fica abaixo da janela, assim a banda principal (colorida) pode ser longa e o forro ou persiana vai até a altura do ar condicionado.

 Porta descentralizada: neste caso especifico eu colocaria uma cortina cobrindo toda  a parede para dar unidade e não ficar tão evidente a descentralização da parede. Abertura central da cortina.


 Bem é isso. Caso haja dúvidas é só fazer contato e, por favor se quiserem seguir o blog ficarei honrada e a resposta será mais ágil. E a parceria será completa. Bjks.

2 comentários:

  1. Bruna Caroline de Oliveira Faleiro24 de abril de 2016 12:25

    Oi sou Bruna, gostei muito da 1°cortina. Elas não são p vender?
    se são gostaria de saber o valor e se não são gostaria de saber o modelo e o material? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna tudo bem? As cortinas são de voil. A principal é de voil bordado com ilhós e a de baixo voil liso modelo franzido no próprio varão. Um abraço.

      Excluir

Como é bom ver vc aqui. Caso queira fazer um comentário ou tenha alguma dúvida sobre a postagem fique a vontade. Obrigada pela sua participação.