26 junho 2014

Como criar um ambiente saudável e aconchegante para seu filho




 Um quarto saudável e aconchegante

É seguro
Prefira móveis com cantos arredondados. Nas janelas, rede de proteção (troque a cada cinco anos). Armários devem ser acessíveis à criança para não haver risco de ela tentar subir nele para alcançar algo. Mantenha cama com grade de proteção ate a criança ter 5 anos. Abajur ou dimmer (regulador de luz) dão segurança ao despertar. Instale prateleiras longe da cama e coloque protetores nas tomadas.



Não precisa de estímulos eletrônicos




Em tempos de cyberinfância, que as crianças adoram jogar videogame, brincar no computador, tablet ou assistir à TV, mantenha esses aparelhos eletrônicos longe do quarto. Segundo os especialistas, quarto saudável não pode ter nada que atrapalhe o sono, como os gadgets, estante muito abarrotada de livros e até aquário. Eles merecem um espaço à parte na casa.



Não tem insetos

Há duas opções: mosquiteiros ou plug de tomada com remédio antimosquito. Inseticidas em aerossol, nunca. O mosquiteiro deve ser lavado uma vez por semana por conta do pó. Já o plug pode ficar ligado na tomada a noite inteira, menos em quartos onde dormem crianças alérgicas. Respeite a distância, indicada pelo fabricante, que deve haver entre a criança e a tomada com a substância antimosquito. Ainda assim, antes de comprá-lo, converse com o pediatra da criança.
Não acumula poeira

 As cortinas protegem o cômodo do excesso de sol e amenizam a luz, dando sensação de aconchego. Devem ser fáceis de tirar, porque precisam ser lavadas quinzenalmente, assim como os protetores de berço. As janelas devem ser mantidas abertas durante o dia para ventilar. Nos armários, deixe a parte superior livre, assim como o vão embaixo da cama. São locais de difícil acesso e enchem de poeira. Use lençóis 100% algodão, pois são fresquinhos e acumulam menos pó. 

Tem cantinhos para estímulo da criança
Uma mesinha no canto para estudos, gavetas e nichos na parede guardando papéis e canetas são ótimos para estimular, desde cedo, o senso de organização da criança. Para guardar brinquedos (miúdos, pequenos, médios ou enormes) e bichos de pelúcia, os baús e caixas são ideiais. Mas deixe-os encostados nas paredes, assim as crianças correm menos risco de tropeçar neles. Um bom quarto tem espaço livre para a criança brincar. Cuide para que os brinquedos fiquem em locais de fácil acesso para seu filho exercitar a autonomia.



É limpo da maneira correta
A limpeza dos móveis deve ser feita com um pano úmido. Isso vale para persianas também. Se varrer ou usar aspirador de pó, os ácaros ficam em suspensão pelo quarto, podendo causar irritação nas vias respiratórias. Para desinfetar, dilua uma tampinha com água sanitária em cada meio litro de água. Atente para os enfeites pequenos e bichos de pelúcia que acumulam muito pó. Você pode lavar  0s enfeites de pelúcia na máquina de lavar colocando-as em uma fronha ou saquinho próprio para lavagens. Quando secas, embale-as em um saco plástico e deixe-as por uma noite dentro do congelador. A baixa temperatura mata todos os ácaros. Lave as cortinas a cada três meses com água e sabão neutro.








Não precisa de carpete 


Esqueça carpetes e tapetes, pois ambos acumulam pó. Os tapetes ainda podem fazer a criança tropeçar. Se você achar imprescindível para a decoração do quarto, use um modelo 100% natural e prenda com fita adesiva no chão para evitar tombos. 





É bem iluminado 

O bem-estar vem também pela iluminação, que deve ser abundante. Seja a iluminação natural ou a artificial. Janelas abertas arejam o ambiente.

Muda de cor 

Quarto de criança precisa ter cor suave? Isso não é regra. É importante perguntar a seu filho qual a cor preferida dele. A vantagem dos tons pastel é que, mudando os objetos, o quarto ganha cara nova. 









Fica quentinho no inverno e fresco no verão 

Evite, se possível, o ar-condicionado. Ele tira a umidade do ar, ressecando a mucosa nasal. Melhor o ventilador (indireto na criança) no verão. E um bom pijama e edredom no inverno. Os cobertores peludos acumulam pó. Se usar aquecedor, deixe-o ligado por no máximo duas horas e mantenha no quarto um balde com água e uma toalha dentro para umidificar o ar. 
Fontes: The Healthy Home, de Jackie Craven (Quarry Books); Denise de Andrade Moreira, pediatra especializada em alergia; Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai); Luciana Blumental, psicóloga; Renata Waksman, pediatra; Silvia Rodrigues Santos, consultora organizacional e de Feng Shui; Yara Mello, especialista em Alergia e Imunologia