20 dezembro 2012

Feliz Natal




"A todos os queridos seguidores e visitantes do Babuchy Decor meu muito obrigada pelo ano que caminhamos juntos. Um Feliz Natal  com Paz, Saúde e a Alegria de estar ao lado de quem você ama."

Com carinho Catharina Campos

16 dezembro 2012

Quem casa quer.... um buquê que combine com o vestido e a cerimônia.

O buquê é um complemento indispensável ao vestido de noiva e precisa estar de acordo com a produção. A regra básica para buquês é a seguinte: quanto mais tarde for a cerimônia, mais escuras podem ser as flores que irão compor o buquê. Exceção no caso de flores brancas pois são um clássico, favorecem todas as mulheres e com os diferentes horários de cerimônias.
Formatos de buquês:
Em cascata- ideal para noivas mais altas ou mais cheiinhas, pois alonga. Deve ser evitado pelas noivas muito baixas.



 Redondos - em geral um buquê muito utilizado, devendo ser evitado pelas noivas muito acima do peso, devendo dar preferencia a um modelo que alongue sua silueta.







Em braçada - são os modelos com poucas flores nobres ou com ramos mais compridos. Servem bem a todos os tipos físicos, devendo-se respeitar as proporções.




























Buquês em formatos diversos - para fugir um pouco dos modelos mais tradicionais sem exageros esses modelos favorecem noivas de variadas estaturas e tipo físico.




Outra boa opção é o buquê de uma só flor para noivas marcantes.



O acabamento do buquê deve ser impecável, empregando-se diferentes tipos de tons, tecidos, materiais sempre de acordo com horário e tipo de cerimônia: mais rústicos, suntuosos ou mais delicados. As flores que vão compor o buquê ficam melhores quando usadas na época de sua floração, para não correrem o risco de ficarem murchas ou muito pequenas devido ao excesso de calor ou frio, por exemplo. Rosas e orquídeas são flores curingas que podem ser encontradas lindas e viçosas, em diferentes cores e tamanhos durante o ano todo. Outra dica é observar o modo natural e delicado de se carregar cada tipo de buquê.

09 dezembro 2012

Quem casa quer casa.... e cerimônia com lindas daminhas de honra....


 Daminhas e pajens são presenças  graciosas  em qualquer cerimônia de casamento. Todos ficam encantados com os pequenos lindamente trajados portando as alianças, flores ou outro objeto que coopere para o encanto do momento. Ainda assim,  pode-se optar por não ter daminhas ou simplesmente escolher as melhores amigas dos noivos para compor um cortejo mais adulto. Porém, feita a opção, o ideal é que sejam escolhidas crianças do convívio próximo dos noivos e com idade entre 5 e 12 anos. A noiva deve escolher o modelo e a cor do vestido que será usado na cerimônia . Havendo liberdade, a mãe da criança também poderá auxiliar na escolha. O importante é que haja boa antecedência (pelo menos 60 dias). Principalmente se o vestido for confeccionado especialmente para a ocasião. Ao se optar por aluguel, o ideal é verificar o procedimento na loja onde será alugado.

 O vestido da daminha deve estar em harmonia com o da noiva, evitando, porém,  ser uma cópia em miniatura do modelo adulto. Em cerimônias diurnas o vestido pode ter o comprimento pouco abaixo dos joelhos, confeccionado em tecidos leves e sem brilho. Estampas  também são bem vindas.  Meia e sapatos baixos (as daminhas nunca devem usar saltos). Em cerimônias á noite, o traje deve ser mais luxuoso, confeccionados em tecidos nobres podendo até ter bordados delicados. Meia calça e sapatos em harmonia com os modelos escolhidos. (Pode-se escolher modelos diferentes quanto houver mais de uma daminha, mas que se complementem, como na foto).


Cores pastéis são em grande parte a opção com menor margem de erros, mas pode-se escolher tons mais fortes para os vestidos das meninas com tranquilidade, procurando harmonizá-las com as cores usadas na decoração. Mas nada de confeccionar o vestido da daminha da mesma cor das toalhas das mesas da recepção. Isso é um recurso pavoroso. As cores mais fortes podem vir apenas em detalhes ou em todo o vestido. A graciosidade do modelo é que fará toda a diferença. E, claro, evitar modelos muito rebuscados ao empregar cores mais fortes.   

Maquiagem bem leve. Quanto mais natural melhor. E principalmente o batom deve ter leve coloração e mais transparência.


O penteado ideal para a ocasião deve levar em conta o formato do rosto da criança. mas geralmente, 
opta-se por penteados presos, pois deixam a menina  "arrumada" até o final da festa, especialmente porque as crianças gostam de se movimentar e brincar bastante. Mas pode-se deixar o cabelo solto e utilizar tiaras com flores, arranjos, laços ou strass dependendo do que seja mais harmonioso com o modelo do vestido e o horário da cerimônia. 






 Caso o vestido  tenha flores artificiais elas podem aparecer enfeitando o cabelo. Havendo detalhes marcantes no vestido, os arranjos com flores naturais são ótima pedida. O modelo azul com rosinhas do mesmo tecido aplicadas é uma ótima sugestão de quando se pode usar arranjos naturais.

O traje do pajem deve acompanhar a roupa do noivo, podendo- se diferenciar pela cor da gravata ou de outro acessório que o noivo venha a usar.

Uma questão até um pouco delicada que sempre surge é: quem deve custear as despesas da daminha ou do pajem?  O correto é o traje ser custeado pelos noivos, ficando a cargo dos pais das crianças as despesas com sapatos, meias, arranjos e buquê, se houver. Nada impede  a família das crianças  oferecer-se para pagar pelo traje também. Cabe porém a noiva fazer a oferta primeiro.



03 dezembro 2012

Organização é uma santa ajuda prá deixar a vida mais fácil

Outro dia estava vendo o Programa Santa Ajuda no GNT e fiquei pensando sobre arrumação e organização, quando me lembrei sobre o que o Arquiteto Sig Bergamin disse numa entrevista algo mais ou menos assim: é ótimo quando um cliente é organizado e conserva o projeto com o mesmo capricho que o profissional desenvolveu. 

Fico angustiada em ver como algumas pessoas fazem uma reforma linda e tempos depois está tudo mal conservado, descaracterizado, enfim não houve manutenção nem cuidado com  aquilo que foi feito no inicio.
 É a tal coisa: arrumação é uma coisa. Organização é outra bem diferente.
O responsável pela organização da casa é o proprietário. Ele é quem determina onde e como. Os empregados ou ajudantes e os outros membros da família, mantém tudo arrumado conforme foi pré-determinado pelos donos da casa.
Como anda a organização da sua casa ? Ela está limpa e organizada ou somente limpa?
Sempre bato na mesma tecla: organizar a casa dá um pouco de trabalho no início mas depois torna a vida muito mais prática até prá quando não temos tempo de fazer uma arrumação mais apurada.


Ondem andam as contas da casa? E as gavetas estão em ordem? E os armários? E a geladeira? Dá vontade de abrir ou de sair gritando????

Aqui no blog tem sempre dicas bacanas de como deixar tudo bem organizado. Mesmo sem muita aptidão "prá coisa" com um pouco de esforço dá prá melhorar bastante a  organização da casa. Que tal começar???

02 dezembro 2012

Quem casa quer casa, quer festa, que estar linda...

Para quem vai casar uma ajudinha na hora de escolher os complementos indispensáveis ao vestido de noiva: Primeiro: A escolha da data (de acordo com a estação do ano), do horário do casamento e do local da festa é o ponto de partida para a escolha do modelo do vestido.  Uma cerimônia realizada de dia pede modelos de tecidos leves e um pouco esvoaçantes especialmente se ocorrer no verão ou na primavera. Cerimônias realizadas em locais tradicionais ou na capela de uma fazenda pedem modelos completamente diversos. No geral o vestido deve adequar-se à idade e e ao tipo físico da noiva.Algumas das dicas servem também para nortear a escolha dos vestidos para madrinhas e mães dos noivos, especialmente quanto ao horário.

É bom saber .....

Até às 16:00 h (Dia)
Use tecidos leves e sem brilho, como organzas, crepes, musseline, cambraias de linho, seda, laise e renda. Bordados ficam restritos a fios de seda e pedras foscas. Se quiser se ousada, aposte em em comprimentos alternativos, tecidos com estampas florais miudas ou tailleurs.
Evite: buquês em forma de cascata ou feitos com as mesmas flores da decoração. Falarei mais sobre buques nas próximas postagens, pois é item de grande importância.









Das 16:00 às 19:00 h (Tarde)
Use: comprimento longo ou semilongo e tecidos como cetim, seda pura, organdi, tafetá, organza, musseline, veludo e adamascados (no inverno). Bordados discretos mas vistosos.
Evite: caudas muito longas, com comprimento superior a 1.50 m (contado a partir da cintura do vestido).








 A partir das 20:00 h (Noite)
Use: tecidos nobres, pesados e com brilho, como a seda adamascada, tafetá, tule bordado, gazar, cetim mais encorpado, renda bordada, organza, veludos. Pedrarias, caudas longas e brilhos para deixar a produção luxuosa.
Evite: buquês de flores do campo e vestidos de comprimentos curtos.







Volto com postagens sobre buquês, vpeus e   grinaldas de acordo com o tipo físico da noiva.
Também falarei sobre as roupas das daminhas e pagens. Bjks

01 dezembro 2012

Vitrine da Loja-Sua melhor vendedora


Você já parou para pensar quanta informação a vitrine é capaz de transmitir ao seu cliente no momento em que ele está olhando para seus produtos?


Pela vitrine, criamos uma ilusão de desejo ou necessidade. A vitrine fabrica uma ilusão da realidade, apontando a quem o produto poderá ser destinado e como poderá ser consumido. Sua exposição deve encantar a ponto de criar desejo pela mercadoria sem que o cliente esteja precisando. Ela é persuasiva. Identificamos o produto que será vendido e a marca que poderá incentivar ainda mais o desejo.







A loja deve informar seus conceitos, ou seja, como quer ser reconhecida pelo seu público, seja pela sua política de preços, pela variedade de produtos que trabalha ou pela quantidade de produtos que expõe.






A vitrine deve convidar os clientes a entrarem na loja. Depois de criar uma ilusão e um desejo pela mercadoria, cabe à loja efetuar a venda.

Por conta disso, a Vitrine deve ter uma constante renovação e, a cada troca, o mesmo espaço deverá parecer novo, encantando o consumidor por meio de outros produtos expostos ou de outros tipos de decoração.

A vitrine deve causar surpresa. Deve estar sempre cheia de novidades. Mesmo quando trabalhamos com poucos produtos e esses são trocados apenas de lugar, a vitrine deverá transmitir a sensação de novidade e curiosidade em todos os momentos.
Em média, a vitrine é responsável por até 70% das vendas da loja. Dessa forma, ela é considerada um vendedor permanentemente ativo, pois é capaz de vender os produtos mesmo que a loja não esteja funcionando.

É também um grande cartão de visitas, pois é capaz de colocar a mercadoria em contato com o cliente, fazendo com que ele observe a loja, identifique os produtos expostos, entre e compre.

A vitrine certa é a vitrine que vende. Já a vitrine errada é a que não vende!

Em razão da grande concorrência e da boa capacitação dos lojistas, não basta apenas expor os produtos.
É necessário expô-los de maneira adequada e constante, para que seja atraente para os clientes em potencial  de seu comércio.

Uma loja e uma vitrine mal produzidas podem sinalizar um local despreparado
para o cliente e, consequentemente, para a venda.
Outro ponto de grande importância:
Toda loja deve proporcionar ao seu cliente um ambiente confortável para que a
compra seja realizada de forma mais prazerosa.
Assim, o merchandising  feito pela loja para não é só para oferecer as mercadorias, mas também fazer com que o cliente receba ideias de como elas podem ser utilizadas, que complementos podem agregar, ou seja, o “algo mais”.

Algumas dicas básicas que podem incrementar o fluxo de clientes em sua loja:
  • Crie estratégias para que esse ritmo diminua, e os clientes observem os produtos expostos logo na entrada da loja.
  • A compra precisa ser confortável, fácil e o mais prático possível.
  • Disponha assentos para acomodar os acompanhantes de seus clientes.
  • Mantenha os condicionadores de ar em perfeito estado de funcionamento efetuando manutenções periódicas. Assim, evitará que ocorram falhas inesperadas capazes de espantar os clientes de sua loja.
  • Em períodos de liquidações ou ofertas, não deixe de utilizar placas promocionais com apelo de cores e avisos de ofertas, principalmente na fachada do estabelecimento para que o cliente tenha conhecimento da existência de promoção antes mesmo de adentrar a loja.



Todas as estratégias de merchandising visam atrair as pessoas que frequentarão a sua loja e oferecer conforto a elas, o que acarretará um incremento nas vendas.

É importante fazer um bom  diagnóstico para que você saiba aproveitar o seu espaço e trabalhá-lo da melhor forma possível, inclusive se desfazendo de objetos que não tenham utilidade e verificando tudo o que deve ser melhorado ou adequado


Observe em seu comércio:
  • a visibilidade, o acesso (calçada, estacionamento), a aparência da fachada, as interferências existentes, a vizinhança,a conservação e a iluminação dos letreiros, bem como a iluminação da fachada do seu estabelecimento. 
  • Considere, a entrada da loja (piso, parede e teto), o espaço interno, a circulação, a sinalização, a exposição dos produtos, a área de venda (balcão/mesas), o estoque, a administração, os sanitários, a copa, o caixa e o crediário. Como lhe parecem?
  •  Como você avalia a aparência e a manutenção das araras e dos cabideiros ou das estantes e das prateleiras, dos nichos, das gôndolas das cestas de promoções (se houver), dos provadores (se houver), das ilhas e das mesas?

Então, concorda comigo que a Vitrine é seu melhor cartão de visitas?