26 abril 2012

Casas Possíveis - Áreas externas

Continuando com nossas postagens sobre decoração possível as áreas abaixo são ambientes externos de casas e aptos decorados com criatividade e bom gosto. Lembre-se respeitar os espaços de circulação e a proporção dos móveis é essencial para um bom resultado.

Detalhe da parede de fundo  do ambiente abaixo

Cantinho charmoso de um quintal ou mesmo varanda

Varanda de apartamento . Observe o detalhe da pintura em stencil na parede

Linda composição com latinhas bem coloridas e observe o piso: é vinílico. Fácil de aplicar e de manter

Cantinho gostoso de varanda ou até de um cantinho da sala



24 abril 2012

Olá pessoal, hoje vai uma dica que não é sobre decoração mas que vai agradar: A Helloíne Francielle está com  várias opções de sorteio em seu blog sorteiosesorteios.blogspot.com  para todas nós aproveitarmos. Quem não gostaria de ganhar uma paleta de maquiagem com 120 cores? Também serve para presentear.  Passem lá e aproveitem a promoção.

19 abril 2012

Casas Possíveis - mas especiais



Eu sempre fico chocada quando, em revistas de decoração,  leitores  pedem dicas de decoração mais em "conta" digamos, e são apresentadas idéias que parecem improviso, cenario, vitrines feitas para durar muito poucos dias.... Então fica-se uma impressão errada de que uma boa decoração não é prá todos.  Vou postar alguns ambientes bacanas que considero bem possíveis de serem  realizados em diversos tipos de imóveis.
 Ás vezes a limitação é o espaço, outras o valor, mas  com criatividade e somando-se várias idéias pode-se  chegar a um resultado aconchegante, mesmo dentro de um orçamento limitado. Pois nem todo mundo deseja uma cadeira caríssima de designer famoso. Acho que a maioria dos leitores deseja   um ambiente harmonioso, confortável e com a sua cara. Onde sintam-se reconfortados ao voltarem para casa após uma rotina cansativa diária. Não quero dizer que desconsidero os móveis de Designers, pelo contrário, são alimentos para os olhos e dão enorme prazer em usar a criatividade para criar ambientes lindos que os acomodem. O que sinceramente acredito é que há espaço para ambos. O simples também pode ser bonito se estiver bem colocado. Até porque o que mais me incomoda como  Projetista de Interiores não são decorações com móveis de linha. comerciais, ou simples, mas a falta de boa circulação, composição  errada no tamanho dos móveis ou objetos para um ambiente. Isto sim é um entrave na decoração. Até porque tudo tem o seu lugar desde que usado com criatividade  e  sabedoria.
Começo com quartos:


Quarto simples com mobiliário que pode ser adquirido em  qualquer loja, inclusive o armário, nem precisa ser modulado. Basta que tenha medidas que se adequados ao tamanho do cômodo. Cortina super simples, onde o destaque é a cor (pode ser mudada caso não goste de vermelho).  Móvel ao lado do armário funcional e fácil de ser encontrado complementado por prateleiras. Se não houver espaço, as poltronas são dispensáveis. É  uma decoração que não cansa e ainda poder ser transformada com o passar do tempo.
Outros exemplos com estilos diferentes mas práticos e facilmente aplicáveis.







Até breve, quando mostrarei outros ambientes.

14 abril 2012

Pequenos detalhes fazem diferença.

Pequenos carinhos com a casa faz super bem. Sempre que possível procure dar um "presentinho"  para algum cantinho da casa. Escolha algo simples, mas especial que irá trazer um brilho novo ao ambiente. Ás vezes basta um pequeno mimo, um carinho. Faz bem para sua casa  e  para voce. Experimente. Fiz  isso recentemente com essas novas rug mugs  - divertidas, diferentes, uma graça. Elas quando não estão em uso enfeitam o cantinho de lanche na cozinha, pois ficam penduradas num ganchinho E servem como porta copos quando a turminha de minha filha vem para as sessões de pizza e cia. São sempre alvo de comentários  de quem me visita.





E ainda aproveitei  para presentear minhas sobrinhas umas almofadinhas que  acrescentaram charme ao quarto delas. Lindas!



11 abril 2012

Arrumando a mesa 'Parte 2'

Uma reunião informal com amigos,  um jantar romântico, o jantar em família ou mesmo  o dia a dia não será o mesmo se voce tiver o capricho de arrumar a mesa com o carinho que amigos e familia merecem. E voce também  pois receberá elogios e deixará a refeição mais animada.
Um jogo americano colorido, prá aguçar o apetite para aquele prato delicioso que voce mesmo fez ou comprou, naquele restaurante bacana que voce adora, é um ótimo começo. E o que falar dos jogos de louça, copos e talheres, combinados ou não. Hoje em dia o mercado oferece mil opções com variados preços. O importante é deixar a mesa ou a bancada de refeição arrumada com capricho e demonstrar o quanto voce se importa com seus amigos e familiares.
Uma dica importante: toalhas de mesa são ótimas quando voce precisar acrescentar mais lugares à mesa: para  um número maior de  pessoas. Torna-se mais prático do que os jogos americanos. Trilhos também são modernos e ótimos para compor a decoração da mesa. Voce pode usá-los aos pares ou combinados com jogos americanos.
Veja a seleção abaixo:
Formato anatômico para usar em mesas redondas

O jogo americano usado em mesa convencional

Modelo jovial e alegre, ótima opção.







04 abril 2012

Ergonomia - conforto que gera saúde


O assunto apresentado a seguir  é de grande importancia ao bem estar de todos nós que passamos horas a fio sentados no ambiente de trabalho, seja no home office ou na empresa. Está apresentado de forma simplificada e didática .



Uma das principais causas de doenças como Tendinite ou LER - lesão por esforço repetitivo -  é a inadequação física do trabalhador a seu ofício. O corpo reclama da sobrecarga e do desconforto gerado por ficar muito tempo em posição desfavorável.  Veja como deve ser a correta relação entre móveis certos e postura, pois o funcionário também faz parte do processo e precisa aprender a se posicionar direito. 
É questão de participação e conscientização  de todos para proporcionar bem estar aos funcionários e maior produtividade no serviço.

03 abril 2012

Cor No Ambiente de Trabalho


Considero o assunto a seguir de fundamental importancia por isso sempre que possível volto a ele. Hoje compartilho com voces um artigo  do  Arq. Fábo Rocha , no Fórum da Construção - IBDI, que achei super bem colocado. 

A mais antiga teoria sobre cores de que se tem notícia, é de autoria de Aristóteles. Para esse filósofo grego, as cores eram uma das propriedades dos objetos, assim como peso, material e textura – posteriormente Leonardo da Vinci refutaria essa ideia, afirmando que elas seriam propriedades da luz (e não dos objetos). Ele também afirmou que o preto e o branco não são cores, mas extremos da luz. Foi, no entanto, o físico inglês Isaac Newton que realizou os principais experimentos e revolucionou os conhecimentos sobre a luz e a composição das cores. Estudiosos contemporâneos ampliaram tais conceitos, acrescentando ainda os aspectos psicológicos envolvidos. Dessa forma, diz-se atualmente que a cor é vista (impressiona a retina), é sentida (provoca uma emoção) e é construtiva (tem valor de símbolo e capacidade de construir uma linguagem que comunica uma ideia).


Case Tour House: Leveza e bem-estar favorecidos pelos tons pastéis

Por tudo isso, e considerando pesquisas recentes de profissionais das áreas de atividades laborais, ergonomia e psicologia, a aplicação do esquema de cores no ambiente de trabalho tornou-se indispensável. Arquitetos e designers de interiores estão cada vez mais conscientes de que antes de elaborar o projeto cromático para os ambientes de trabalho é fundamental conhecer os requisitos e as necessidades do espaço considerado e das pessoas que o ocuparão, bem como os princípios científicos e os resultados psicológicos relacionados. Infelizmente, verifica-se ainda que em muitos casos o planejamento espacial é eficiente, a iluminação, o controle do ruído e o conforto térmico são adequados mas não há preocupação com o uso da cor, com grande apelo às cores da logomarca da empresa, nem sempre adequadas ao projeto cromático.



Case Grupo CATHO: O planejamento dos contrastes foi adequado ao ambiente

O bom uso das cores nos ambientes empresariais representa um auxiliar na promoção da saúde, da segurança e do bem-estar dos colaboradores e visitantes, uma vez que elas podem interferir nas reações psicológicas relacionadas a humor, satisfação e motivação; aumento do desempenho; menor fadiga visual; redução no índice de acidentes; facilidade de conservação e limpeza. Além disso, as cores são uma importante ferramenta na concepção da imagem da organização, no que se deseja transmitir aos clientes, colaboradores e fornecedores. 

O arquiteto Fabio Rocha destaca alguns aspectos a serem considerados antes de planejar a composição cromática dos espaços corporativos: 

1. As cores quentes (aquelas associadas ao sol e ao fogo – amarelo, vermelho e laranja) aproximam e aumentam os objetos, diferentes das cores frias (associadas à água e ao céu – azul, verde e violeta), que dão a impressão de distanciar-se e reduzem as dimensões aparentes dos objetos. As cores escuras criam a sensação de aproximação, enquanto as claras aparentam aumentar a amplitude.

Case Fabio Rocha Arquitetura: Estímulo à ação e ao entusiasmo por meio das cores quentes
2. Na percepção de tempo, experiências mostram que em ambientes com cores quentes o ser humano subestima a passagem do tempo, enquanto nos ambientes com cores frias o tempo é superestimado. No que diz respeito à percepção tátil, cores quentes parecem mais fofas e macias, e cores frias causam a sensação de dureza.

3. Pesquisas realizadas por psicólogos da Gestalt concluíram que sons altos e fortes fazem com que os olhos fiquem mais sensíveis ao verde que ao vermelho. Esses dados são importantes para o correto planejamento das compensações visuais, no caso de haver problemas com ruídos em diversos tipos de ambiente. Em relação à percepção de gosto  e olfato, verifica-se que os vermelhos, laranjas, amarelos e verde-claros são cores mais desejáveis, diferentes de púrpura, mostarda e tons de cinza, que são menos desejáveis.  É para pensar ao empregar esses tons em locais de refeição.

 4. Quanto ao significado das cores, destaca-se:
Amarelo: é uma cor de vivacidade e luminosidade, sugere proximidade. Se usado em excesso, pode se tornar cansativo.
Azul: na cultura ocidental está associado a fé, confiança, pureza. O azul-escuro dá sensação de frieza e formalismo.
Laranja: cor estimulante e de vitalidade, relacionada a ação, entusiasmo e força. 
Rosa: aquece, acalma e relaxa. Está associada a feminilidade e delicadeza.
Verde: sugere tranquilidade. Em tom claro, transmite sensação de paz e bem-estar. Tons escuros podem deprimir.
Vermelho: desperta entusiasmo, dinamismo e ação. Se usado em excesso, pode irritar e despertar violência.
Violeta: sugere proximidade e contato com a espiritualidade. O excesso torna o ambiente desestimulante. Assim como ocorre com o vermelho, com o azul-escuro e com o verde-escuro, não é recomendado o uso do violeta em grandes áreas.

Case Decorlight: Proximidade e um toque de elegância proporcionado pelo uso do amarelo em uma das paredes
Por fim, Fabio Rocha recomenda cautela no uso das cores em moda – como foi o caso dos tons de violeta usados fortemente no ano de 2008, por elas dificilmente se adaptarem a todos os aspectos, objetivos e necessidades de cada lugar e público. Para ele, a composição cromática com objetivo funcional atua ao lado das convenções estéticas e preferências pessoais, devendo prevalecer o projeto que amenize condições desfavoráveis e torne mais agradáveis os espaços empresariais. Estados de depressão ou fadiga podem ser decorrentes da permanência prolongada em ambientes cuja escolha das cores não atendeu à observação dos possíveis efeitos.

Vasinhos dão Charme a Decoração


Acrescente charme a decoração da casa de forma moderna e divertida com vasos para flores e plantas coloridos com estampa Poá. 


Estes também causam impacto na cozinha, área de serviço ou varanda.

Os lindos modelos acima podem ser  encontrados na  Terra Asia  acessando  o link no banner na lateral direita do blog. De uma espiadinha  para saber mais detalhes,  conhecer a Loja e  outros produtos. 
Voce vai gostar.

E  claro que  os leitores mais  prendados poderão criar seus próprios modelos, ficam as sugestões:









02 abril 2012

Móvel Para Ambientes de Trabalho-Ergonomia


Conforto dos Móveis no Ambiente de Trabalho


Temos passado cada vez mais tempo sentados em frente a um computador, de modo que a mesa e a cadeira de escritório assumem, junto ao notebook ou desktop, um papel diferenciado em nossas vidas. Essa evolução do espaço de trabalho é uma resposta ao avanço da sociedade, que deve ser compreendida em sua totalidade.

Conta a história que foi o naturalista Charles Darwin quem primeiro criou a cadeira de escritório moderna, quando colocou rodas em sua cadeira para ir até seus espécimes com mais agilidade. Depois disso, com o advento do transporte ferroviário, potencializado nos Estados Unidos em meados do século XIX, os negócios empresariais começaram a se expandir muito além do modelo tradicional de administração familiar, passando a se estruturar da maneira como conhecemos hoje.



A indústria moveleira, participante ativa dessa evolução, tem sido desde então alvo de estudos, tanto no Brasil quanto no exterior. No cenário nacional, a década de 1990 marcou a abertura da economia, e vários de seus setores se desenvolveram e contribuíram para o aumento da concorrência – criando alterações no conceito de diferenciação via preço para diferenciação via diversificação e flexibilização de produtos e serviços. 

 Em projetos comerciais, é crescente a preocupação com o desenvolvimento de produtos que atendam cada vez melhor às necessidades dos usuários de mobiliário corporativo, sem deixar de lado a preocupação com a sustentabilidade.

Aliar ainda design artístico (aparência física) e funcionalidade tem sido o grande desafio dos profissionais de criação, pois além de belo e ecológico o produto precisa atender às exigências ergonômicas, permitir múltiplos usos.

A NR 17, por exemplo, estabelece os padrões imprescindíveis ao mobiliário. Segundo essa norma, para trabalho manual sentado ou que tenha de ser feito em pé, as bancadas, mesas, escrivaninhas e os painéis devem proporcionar ao trabalhador condições de boa postura, visualização e operação, atendendo aos seguintes requisitos mínimos: 

a) altura e características da superfície de trabalho compatíveis com o tipo de atividade, com a distância requerida dos olhos ao campo de trabalho e com a altura do assento;
b) área de trabalho de fácil alcance e visualização pelo trabalhador;
c) características dimensionais que possibilitem posicionamento e movimentação adequados dos segmentos corporais. 


Os assentos utilizados nos postos de trabalho devem atender a alguns requisitos mínimos de conforto: 

a) altura ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da função exercida;
b) características de pouca ou nenhuma conformação na base do assento;
c) borda frontal arredondada;
d) encosto com forma levemente adaptada ao corpo para proteção da região lombar. 



Há muito tempo o tema “ergonomia” é assunto discutido no meio científico. Com o desenvolvimento da tecnologia e o consumo cada vez maior de equipamentos eletrônicos, a preocupação com a relação entre homem e máquina intensificou-se. 

Fatores como rotatividade, absenteísmo, greves e doenças ocupacionais tornaram-se mais frequentes, e maior passou a ser a exigência por produtos que apoiem a prevenção de doenças. Uma boa notícia é que os catálogos das indústrias moveleiras tem se expandido sempre mais, em quantidade e qualidade. 
Além das mesas, cadeiras, armários, painéis divisórios e gaveteiros, muitos outros itens passaram a integrar a lista, os quais vão desde as complexas divisórias piso-teto até simples acessórios, como os porta-objetos. 
Designers de móveis são desafiados a apresentar ao mercado criações que contribuam para a saúde do usuário e, consequentemente, favoreçam a produtividade. 

Baseado em artigo do Forum da Construção (IBDA)

01 abril 2012

Visite as novas páginas do Blog.

Postagem  sobre 'O Cuidado que Devemos Ter com as Plantas no Inverno'  .


É só clicar em  "Pantas na Decoração e Jardins" na  barra abaixo do titulo do blog. 


Tenho certeza que voce vai amar.